Por Misael. Arquivado em Santo Expedito

Imagem de Santo Expedito Santo Expedito foi martirizado na Armênia. Ele era militar, foi decapitado no dia 19 de abril de 303, sob o imperador Dioclesiano, que subira ao trono de Roma em 284. Ele levava uma vida devassa; mas um dia, tocado pela graça de Deus, resolveu mudar de vida. Foi então que lhe apareceu o Espírito do mal, em forma de corvo, e lhe segredou “cras….! cras….! cras….!” palavra latina que quer dizer: amanhã…! amanhã…! amanhã…!, isto é deixe para amanhã! Não tenha pressa! Adie sua conversão!

Mas Santo Expedito, pisoteando o corvo, esmagou-o, gritando: HODIE! Quer dizer: HOJE! Nada de protelações! É pra já!

É por isto que o Santo Expedito é invocado nos casos que exige solução imediata, nos negócios em que qualquer demora poderia causar prejuízo.

No Brasil, sobretudo, Santo Expedito é invocado nos negócios e dificuldades da vida. conhecido como “o santo das causas urgentes”.

Santo Expedito não adia seu auxílio para amanhã.  Ele atende sua ajuda hoje mesmo, ou na hora em que precisamos de sua ajuda. Mas ele espera que também nós não deixemos para amanhã nossa conversão.

A tradição apresenta Santo Expedito como sendo o chefe da 12ª Legião Romana, cognominada “Fulminante”: nome dado em memória de uma façanha que se tornou célebre.

Essa legião localizava-se em Melitene, sede de uma das províncias romanas da Armênia. Era formanda em sua maioria por soldados cristãos, sendo sua função primordial defender as fronteiras orientais contra os ataques dos bárbaros asiáticos.

Santo Expedito destacou-se no comando dessa legião por suas virtudes de cristão e de chefe ligado a sua religião, a seu dever, à ordem e à disciplina.

  • Sincretismo de Santo Expedito: Logunêdê
  • Devoção de Santo Expedito: É o Santo  dos  negócios  que  precisam  de  pronta solução e cuja invocação nunca é tardia, além de ser o protetor dos estudantes.
  • Data Comemorativa: 19 de Abril

Por Misael. Arquivado em Irmã Dulce

Imagem de Irmã DulceIrmã Dulce nasceu em Salvador, no dia 26 de maio de 1914. Seu nome de batismo é Maria Rita Lopes Pontes, filha de Augusto Lopes Pontes e Dulce Maria de Souza Brito Lopes Pontes. Quando criança rezava muito e pedia sinais a Santo Antônio se deveria seguir a vida religiosa.

Em 1927, Ela se manifesta, pela primeira vez, a vontade de entrar para o convento. Desde os treze anos ajudando mendigos, enfermos e desvalidos. Até que aos 18 anos seu pai aceitou a idéia de sua filha tornar-se freira.

Em 1932, recebe o diploma de professora, pela Escola Normal da Bahia. Um ano mais tarde ingressa na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição das Mães de Deus, do Convento de São Cristóvão, em Sergipe.

Em 15 de agosto de 1934, faz os votos de profissão de fé religiosa. Em homenagem a sua mãe recebe o nome de Irmã Dulce. Após tornar-se freira, é enviada novamente a Salvador, para trabalhar como enfermeira voluntária no Sanatório Espanhol por 3 meses.

Irmã Dulce abrigava as pessoas doentes em casas arrombadas, ela também transformou o galinheiro de um convento num albergue para pobres.

A Associação Obras Sociais Irmã Dulce foi fundada em 26 de maio de 1959, e instalada em 15 de agosto de 1959, data em que a Irmã Dulce recebeu o estatuto de fundação, de caráter filantrópico, e elaborado pelo seu pai.

Em 1980, Irmã Dulce tem o seu primeiro encontro com o Papa João Paulo II. Fundou o Círculo Operário da Bahia, que além de escola de ofícios, proporcionava atividades culturais e recreativas. Quase não comia e não dormia. Os sacrifícios resultavam felicidade. Queria morrer junto aos pobres.

Faleceu em 13 de março de 1992, aos 77 anos, no Convento Santo Antônio, depois de passar 16 meses internada. Desde então a sua obra passou a ser dirigida pela sua sobrinha, Maria Rita Lopes Pontes.

  • Sincretismo de Irmã Dulce: Não há
  • Devoção de Irmã Dulce: Culto popular.
  • Data Comemorativa: 13 de Agosto

Por Misael. Arquivado em São Judas Tadeu

Imagem de São Judas Tadeu SÃO JUDAS TADEU é natural da Cañá da Galiléia, na Palestina. O que realmente deve ser valorizado em sua vida, e que merece destaque, é o fato de ser ele um dos Doze, escolhido pessoalmente por Jesus Cristo. Seu nome consta na lista dos doze apóstolos: “Simão, a quem também deu o nome de Pedro, e seu irmão andré; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu; Mateus e Tomé; Tiago filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelota; Judas filho de Tiago, e Judas Iscariotes, aquele que se tornou traidor”(Lc6,12-16).

Ele presenciou muitos milagres realizados por Jesus, participou da instituição da euxaristia na última ceia, testemunhou a morte, ressurreição e ascensão do Senhor.

Seu território de evangelização foram a Galiléia, Samaria, Iduméia, Síria, Mesopotâmia, Armênia e Pérsia. Escreveu uma das cartas do Novo testamento.

No ano 70, foi martirizado de modo cruel, violento e desumano; morrendo a golpes de machado, desferidos por sacerdotes pagãos, por se recusar a prestar culto à deusa Diana.

Devido ao seu martírio, São Judas Tadeu é representado em suas imagens/estátuas segurando um livro, simbolizando a palavra que anunciou, e uma machadinha, o instrumento de seu martírio.

Suas relíquias atualmente são veneradas na Basílica de São Pedro, em Roma. Sua festa litúrgica celebra-se, todos os anos, na provável data de sua morte: 28 de outubro de 70.

No Brasil a devoção a São Judas Tadeu iniciou pelos anos 40, com a fundação da paróquia são Judas Tadeu, no bairro Jabaquara, em São Paulo. Ele é invocado pelos Fiéis, sobretudo nos casos desesperados ou de urgente necessidade.

  • Sincretismo de São Judas Tadeu: Não há
  • Devoção de São Judas Tadeu: É o santo das causas impossíveis.
  • Data Comemorativa: 28 de Outubro

Por Misael. Arquivado em São Bartolomeu

Imagem de São Bartolomeu São Bartolomeu, filho de Tholmai, é um dos doze apóstolos. Muitos o identificam com Natanael, mencionado em João 1,45ss.: Jesus viu Natanael vindo até ele e disse a seu respeito: “Eis um verdadeiro israelita, em quem não há fraude”. Natanael exclamou: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel”. Jesus lhe respondeu: “Crês só porque te disse: ‘Eu te vi sob a figueira’? Verás coisas maiores do que essas”

Além de João, Mateus, Marcos, Lucas, os Atos referem-se a ele como um dos Doze.

Uma antiga tradição armênia afirma: O apóstolo Bartolomeu, que era da Galiléia, foi para a Índia. Pregou aquele povo a verdade do Senhor Jesus segundo o  Evangelho de São Mateus. Depois que naquela região converteu muitos a Cristo, sustentando não poucas fadigas e superando muitas dificuldades, passou para a Armênia Maior, onde levou a fé cristã ao rei Polímio, a sua esposa e a mais de doze cidades.

Essas conversões, no entanto, provocaram uma enorme inveja dos sacerdotes locais, que por meio do irmão rei Polímio conseguiram a ordem de tirar a pele de Bartolomeu e depois decapitá-lo.

  • Sincretismo de São Bartolomeu: Oxumaré
  • Devoção de São Bartolomeu: São Bartolomeu que comandais os tufões, os furacões e todos os tipos de tempestades.
  • Data Comemorativa: 24 de Agosto

Por Misael. Arquivado em Frei Damião

Imagem de Frei Damião Frei Damião, nasceu em Bozzano, norte da Itália, no dia 05 de Novembro de 1898, filho de camponeses, seu nome de batismo é Pio Giannotti. Começou sua formação religiosa aos 12 anos, quando foi estudar num colégio de padres. O sonho de ordenar-se sacerdote foi adiado, com a eclosão da Primeira Guerra Mundial. Aos 19 anos foi prestar serviço militar no Exército italiano, onde ficou até aos 22 anos, participando inclusive da Guerra.

Voltou para o seminário e ordenou-se padre aos 23 anos, dois anos mais tarde, diplomou-se em Teologia Dogmática, Filosofia e Direito Canônico pela Universidade Gregoriana. Antes de ir para o Brasil, lecionou e dirigiu por cinco anos vários conventos.

Pertencente à Ordem dos Capuchinhos, em 1931 recebeu a tarefa de ir para o Brasil. Ao chegar, Frei Damião foi para o Convento de São Félix (Recife-PE), que acabara de ser construído e onde viveu até a sua morte.

Apesar de possuir um carregado sotaque, muitas vezes não era compreendido, Frei Damião conquistou a simpatia dos mais pobres. Acompanhado de outro frade, Fernando Rossi, organizou missões que percorreram quase todas as cidades do Nordeste. Costumava chegar à localidade escolhida às segundas-feiras no final da tarde. Às quatro da manhã de terça-feira, ainda na escuridão, a multidão já se comprimia para ver a procissão.

A primeira missa era celebrada às cinco. Uma hora mais tarde ele iniciava a sua pregação. Eis uma sintese do seu pensamento: “No inferno o calor é bilhões de vezes pior que no Nordeste. As labaredas sobem e queimam sem parar o  corpo dos adúlteros, das prostitutas, dos afeminados e dos criminosos”, dizia com a voz rouca, quase inaudível. O dia continuava com outras missas, a reza do terço e as confissões, que duravam até a meia-noite.

Para o povo nordestino, a santidade de Frei Damião era provada por seus milagres, nunca reconhecidos pela Igreja Católica. Frei Damião era considerado sucessor de outro grande “santo brasileiro”: Padre Cícero.

Em 1991, o Instituto de Teologia  do Recife catalogou 80 relatos de milagres que lhe foram atribuídos.

Desde 1993 a saúde de Frei Damião, que tinha problemas respiratórios, começou a ficar mais debilitada, o que o levou a diversas hospitalizações até à sua morte, no dia 27 de maio de 1997 com 98 anos, depois de ter dedicado 76 anos de sua vida a perigrinar pelas regiões mais pobres do Nordeste. O seu sepultamento foi no Convento dos Capuchinhos, no bairro de Pina, em Recife. Em  2002, ao completar cinco anos de sua morte, o Vaticano deu início ao processo de sua canonização.

Frei Damião era devoto de Nossa Senhora das Graças.

  • Sincretismo de Frei Damião: Não há
  • Devoção de Frei Damião: Culto Popular
  • Data Comemorativa: 27 de Maio

Por Misael. Arquivado em Salmos

Cântico de romagem.

  1. Das profundezas clamo a ti, SENHOR.
  2. Escuta, Senhor, a minha voz; estejam alertas os teus ouvidos às minhas súplicas.
  3. Se observares, SENHOR, iniqüidades, quem, Senhor, subsistirá?
  4. Contigo, porém, está o perdão, para que te temam.
  5. Aguardo o SENHOR, a minha alma o aguarda; eu espero na sua palavra.
  6. A minha alma anseia pelo Senhor mais do que os guardas pelo romper da manhã. Mais do que os guardas pelo romper da manhã,
  7. espere Israel no SENHOR, pois no SENHOR há misericórdia; nele, copiosa redenção.
  8. É ele quem redime a Israel de todas as suas iniqüidades.

Por Misael. Arquivado em Salmos

Cântico de romagem.

  1. Muitas vezes me angustiaram desde a minha mocidade, Israel que o diga;
  2. desde a minha mocidade, me angustiaram, todavia, não prevaleceram contra mim.
  3. Sobre o meu dorso lavraram os aradores; nele abriram longos sulcos.
  4. Mas o SENHOR é justo; cortou as cordas dos ímpios.
  5. Sejam envergonhados e repelidos todos os que aborrecem a Sião!
  6. Sejam como a erva dos telhados, que seca antes de florescer,
  7. com a qual não enche a mão o ceifeiro, nem os braços, o que ata os feixes!
  8. E também os que passam não dizem: A bênção do SENHOR seja convosco! Nós vos abençoamos em nome do SENHOR!

Por Misael. Arquivado em Salmos

Cântico de romagem.

  1. Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos!
  2. Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem.
  3. Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera; teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa.
  4. Eis como será abençoado o homem que teme ao SENHOR!
  5. O SENHOR te abençoe desde Sião, para que vejas a prosperidade de Jerusalém durante os dias de tua vida,
  6. vejas os filhos de teus filhos. Paz sobre Israel!

Por Misael. Arquivado em Salmos

Cântico de romegem. De Salomão.

  1. Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.
  2. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem.
  3. Herança do SENHOR são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão.
  4. Como flechas na mão do guerreiro, assim os filhos da mocidade.
  5. Feliz o homem que enche deles a sua aljava; não será envergonhado, quando pleitear com os inimigos à porta.

Por Misael. Arquivado em Salmos

Cântico de romagem.

  1. Quando o SENHOR restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha.
  2. Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o SENHOR tem feito por eles.
  3. Com efeito, grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres.
  4. Restaura, SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe.
  5. Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão.
  6. Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes.
Tema modificado por Carioca no Cerrado